Convenção Autárquica para a Igualdade, 11 março 2017 – Centro Cultural de Belém, Lisboa


Caras e caros camaradas,

Este ano realizam-se as eleições autárquicas, um ato eleitoral que mobiliza o Partido Socialista, no debate politico, na apresentação de propostas ao eleitorado e nas escolhas das candidaturas aos vários órgãos do Poder Local.

O Partido Socialista tem forte implantação no Poder Local. Há uma “marca” socialista na gestão autárquica que é património do Partido Socialista, reconhecida pelas políticas que, em cada momento, os Autarcas Socialistas, mulheres e homens, colocaram ao serviço das populações, nas áreas da educação, ação social, ambiente, cultura, empreendedorismo e modernização administrativa.

O próximo ciclo político será um tempo de honrar este legado enfrentando, os novos desafios que se colocam ao Poder Local, pelo processo de descentralização, assumido pelo Governo, com a transferência de novas competências para os Municípios e Freguesias, a dinamização do interior, a introdução generalizada das tecnologias na vida das cidades, que conferem inteligência aos territórios, a favor da qualidade de vida das pessoas.

As mulheres e os homens, que integram as candidaturas do Partido Socialista estarão à altura destes novos desafios, apresentando as melhores propostas politicas ao eleitorado para vencer as eleições autárquicas.

O Departamento Nacional das Mulheres Socialistas e as suas estruturas federativas estarão na linha da frente deste próximo combate, em sintonia com a Direção Nacional, as estruturas Regionais, Federativas e Concelhias do Partido Socialista.

Neste sentido, o DNMS vai promover a sua Convenção Autárquica para a Igualdade, no dia 11 de março 2017, no Centro Cultural de Belém, com o tema “Cidades 50-50 – um passo decisivo para a igualdade, lançando o debate sobre as lideranças políticas paritárias e o modelo de cidade, sustentável, competitiva, tecnológica, participada e inclusiva, que desejamos neste novo ciclo politico autárquico.

Pretendemos realizar este debate com militantes, dirigentes políticos e Autarcas do Partido Socialista, e alargar à participação das universidades, empresas, instituições, e personalidades, com intervenção pública nas questões da igualdade do género e territórios inteligentes.

Contamos com a participação ativa dos militantes e das militantes socialistas nesta convenção.


Elza Pais
Presidente do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X